Eu, Daiane, uma das farofinhas desse blog, sou psicóloga formada há 8 anos pela Universidade Federal Fluminense em Niterói-RJ. E talvez por isso, eu tenha recebido tantas vezes a pergunta: Como funciona a Psicologia na Alemanha? Esse é com certeza um tema complexo e por isso levei tanto tempo para escrever sobre. Até porque sei que hoje estou escrevendo aqui e amanhã tudo pode mudar. Esse, então, será um breve resumo para aqueles psicólogos que se aventurarão pela terra alemã.

Primeiro ponto: A Psicologia na Alemanha segue a declaração de Bologna, um documento que procurou unificar as cadeiras de ensino nas universidades européias e assim facilitar a mobilidade dos docentes e alunos, promover um sistema de créditos transferíveis e acumuláveis (ECTS) entre as universidades européias, cooperação institucional e etc. No total 47 países assinaram esse documento, incluindo nossa querida Alemanha.

Como funciona então a formação nos países que assinaram esse documento?
É dividida em três ciclos:

  • 1º ciclo, equivalente ao Bacharelado aqui, com uma duração de seis a oito semestres;
  • 2.º ciclo, equivalente ao Mestrado aqui, com a duração de um ano e meio a dois anos;
  • 3.º ciclo, equivalente ao Doutorado;

Muito similar ao que temos no Brasil, certo? Errado! Pelo menos na Psicologia. Como são levados em conta créditos, a sua formação não necessariamente será equiparada ao mestrado aqui só porque você estudou em uma graduação cuja duração foi mais longa do que a das faculdades alemães.
Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Declara%C3%A7%C3%A3o_de_Bolonha

Então, como funciona a psicologia na Alemanha?

Ela é dividida em 3 etapas: Bacharelado em Psicologia, Psicólogo (título de Mestrado) e Ausbildung em Psicoterapia (3 anos de uma formação que habilita a pessoa a trabalhar como psicoterapeuta). Confuso talvez pra quem é brasileiro e já sai da universidade habilitado a clinicar. Na Alemanha, a profissão Psicoterapeuta, seja ela médica (exercida por um psiquiatra) ou psicológica (exercida por um psicólogo qualificado) é regulamentada e protegida. Logo a psicoterapia cabe somente ao Psicoterapeuta. No caso de alguém formado em Psicologia, isso significa ter cursado este caminho: Bacharel em Psicologia, Mestrado na Área Clínica e Formação em Psicoterapia (Ausbildung als Psychoterapeut).

Tentarei explicar o que cada habilitação permite em relação ao trabalho, baseada nas informações sobre sites alemães com esse tipo de conteúdo (deixarei os links abaixo).

 

Bachelor in Psychologie (Bacharel em Psicologia): Cursou o primeiro ciclo da formação e não pode, portanto, usar o termo “psicólogo”. O termo Psicólogo, segundo a Federação de Psicólogos Alemães (BDP), cabe somente àqueles que fizeram mestrado e por isso, tem maior experiência prática para lidar com os pacientes.
O Bachelor in Psychologie pode trabalhar em áreas como Recursos Humanos, Consultoria em Recursos Humanos, Marketing e Pesquisa de Mercado, Saúde do Trabalhador, Aconselhamento Social (Sozialberater/ Sozialbereich) ou como Pädagogische Fachkräfte (mão de obra especializada do Ramo Pedagógico).
Fonte: https://www.psychologie-studieren.de/berufe/berufseinstieg-berufschance-bachelor-psychologie/

 

Diplom-Psychologe: O termo “Psychologe” (psicólogo) só pode ser utilizado por quem cursou o primeiro e segundo ciclo (Bacharelado e Mestrado). Este profissional pode trabalhar em todas as áreas anteriores e também com aconselhamento e diagnóstico (aplicação de testes) em Psicologia, como por exemplo em escolas, na área jurídica, esportiva, etc. Porém não são habilitados a fazer tratamento de doenças mentais, responsabilidade que cabe ao Psychologischer Psychoterapeut. Segue abaixo o link da Federação de Psicólogos Alemães sobre as possibilidades de trabalho para um psicólogo e quais as exigências para cada um:

https://www.bdp-verband.de/binaries/content/assets/beruf/berufsbild.pdf

https://www.bdp-verband.de/profession/ausbildung/berufsbild.html

Fonte: https://www.psychomeda.de/psychotherapie/psychologe-psychiater-psychotherapeut.html?fbclid=IwAR1rTKzt__f8qLtsKgCwT3ZHRQHznDOLi1FPA-Gtpj4U72RJC_vaZtc3b5c

 

Psychologischer Berater (Consultor Psicológico): Essa profissão não deve ser confundida com o Psicólogo ou Psicoterapeuta, pois esta não é uma formação protegida, a qual se ocupa em lidar com a superação de conflitos sociais ou de outros fins que não o da medicina. A formação, que é técnica, pode ser feita por pessoas de diversas áreas ou pessoas que não cursaram o ensino superior. Em uma comparação com o que temos no Brasil, seria algo como um “Life Coach”.
Fonte: https://de.wikipedia.org/wiki/Psychologische_Beratung

 

Psychologische Psychoterapeuten: O termo psicoterapeuta é por lei protegido e regulamentado, portanto, só podem se nomear desta forma aqueles que cursaram Bacharel em Psicologia, seguido de um mestrado na área Clínica e por fim uma formação em Psicoterapia (Ausbildung als Psychoterapeut). Concluída a formação, é preciso a aprovação em um exame estadual que lhe dará a licença pra esse trabalho.
Este profissional seria então equivalente ao psicoterapeuta clínico que conhecemos no Brasil, que assina laudos/diagnósticos e trata de transtornos/doenças psicológicas. Médicos também podem atuar como psicoterapeutas contanto que tenham a especialização médica em Psicoterapia, Psiquiatria ou Medicina Psicossomática (Facharzt für Psychiatrie und Psychotherapie oder Facharzt für Psychosomatische Medizin). A diferença do Psicólogo Psicoterapeuta para o psiquiatra é que o psiquiatra pode receitar medicamentos, assim como é no Brasil.

Fonte: https://focus-arztsuche.de/magazin/therapien/unterschied-psychologe-psychiater-psychotherapeut

https://www.rnd.de/gesundheit/psychotherapeut-oder-psychologe-was-ist-der-unterschied-NRDWRGL2VSRJUSWPE6RTUYQZHI.html?outputType=amp

 

Além de todas essas divisões, existe também uma outra profissão de formação técnica, Heilpraktiker für Psychoterapie (Naturopata especializado em Psicoterapia), que também pode atuar no campo da psicoterapia, mas seguindo as leis/regulamentações da própria profissão. Não é a mesma coisa que a psicoterapia já apresentada ali em cima. Pra quem tem interesse, segue o link informações:

https://www.therapie.de/psyche/info/fragen/wichtigste-fragen/psychotherapie-heilprg/

https://de.wikipedia.org/wiki/Psychotherapie_(Heilpraktikergesetz)

 

Espero que esse post ajude você colega psicólogo que deseja atuar na Alemanha seguindo todas as regrinhas estipuladas na terra da batata.
Sei que esse post não é o mais completo e jamais será, afinal eu sou só “um rapaz latino americano, sem dinheiro no banco” como diria Belchior. Ou seja, nenhuma especialista em leis, regras, normas, etc. Apenas reuni aqui as informações que encontrei sobre a nossa profissão e que também me deram um norte. Boa sorte na caminhada!

Um abraço,
Os Farofas


Os farofas

No final do ano de 2016, mais especificamente no mês de outubro, nos mudamos para a cidade de Munique, na Alemanha. Deixamos para trás alguns planos e trouxemos outros na bagagem. Dois Farofas Na Alemanha​ é uma página para falar da nossa experiência vivendo pela primeira vez fora do país, o contato com a nova cultura, as estranhezas, as descobertas, os sentimentos, a comida, as curiosidades e tudo mais que envolve o dia-a-dia de dois expatriados que carregam no peito e na vida a farofada que é o Brasil. Seja muito bem-vindo por aqui! Daiane e Hébert

2 Comments

Ana Beatriz Schwanck Fernandes · July 21, 2020 at 8:47 pm

Voces conhecem Psicos que falem portugues em Munique? Sinto que não e a mesma coisa fazer terapia em alemao ou ingles. Muitos significados e sinais se perdem pela escolha de palavras ou necessidade de pensar antes de falar. Abraços!

    Os farofas · July 26, 2020 at 11:27 am

    Olá, Ana Beatriz!
    Conheco uma psicóloga brasileira (recomendada por amigos) que atende em Munique. Ela se chama Josiane Peluccio (o insta dela é @josianepeluccio).
    Outra pessoa que indico é uma amiga que se formou comigo, mora no Brasil, tem experiencia com expatriados, atende online e se chama Rebeca Carletto (@rebecacarlettopsi).
    Obs: Desculpa a falta de acentuacao no comentário. Meu teclado é alemao).
    Espero que as dicas te ajudem!

    Um abraco,
    Os Farofas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *